Diretor do SBT, Fernando Pelégio ironiza críticas da Globo envolvendo a Copa América

Diretor do SBT, Fernando Pelégio ironiza críticas da Globo envolvendo a Copa América

Desde que foi anunciada a realização da Copa América no Brasil, muitos jornalistas, apresentadores e artistas da Globo criticaram a decisão da CBF e do Governo Federal de aceitar a vinda o campeonato em meio à crise sanitária instalada por conta da pandemia de covid-19.

Fernando Pelégio,, Diretor de Planejamento Artístico e Criação do SBT, usou suas redes sociais para mandar uma indireta sobre as declarações feitas pelos funcionários da emissora carioca. Ele ironizou o fato do SBT ter os direitos de transmissão das partidas. “Essa história de boicote à Copa América está parecendo quando era criança e o menino rico, mas ruim de bola, pegava a bola nova e não deixava a gente jogar porque ele não era escolhido. E ainda pagava sorvete a quem fosse embora com ele“, escreveu.

Enquanto isso, os globais seguem se posicionando contra o evento durante a programação do Grupo Globo. Um dos desabafos que mais repercutiram foi o narrador Luís Roberto, durante participação no programa Seleção SporTV. “Esta Copa América, que já não deveria ser realizada […] a pandemia interrompeu várias competições no mundo e obviamente que nesse momento, com o calendário [esportivo] todo estrangulado no Brasil e em outros países do continente, a Copa América é só mais torneio caça-níquel… sem nenhuma expressão nesse momento“, disse.

Um país que tem a pandemia descontrolada aceitou fazer o torneio […] que levou 9 meses para responder à carta da Pfizer, mas respondeu em 10 minutos que vamos fazer a Copa América. A abertura em Brasília, os jogos em Natal e Pernambuco […] final com público. É inaceitável. A coletividade do esporte não pode aceitar essa decisão. É uma vergonha. É um tapa na cara dos brasileiros“, complementou.

Assista:

ANÚNCIOS