Notícias

3 anos após o crime, Polícia prende Paulo Cupertino, acusado de matar o ator Rafael Miguel; veja vídeo

3 anos após o crime, Polícia prende Paulo Cupertino, acusado de matar o ator Rafael Miguel; veja vídeo
Foto: Reprodução

Paulo Cupertino, acusado de matar o ator Rafael Miguel e seus pais em 2019, foi preso em São Paulo nesta nesta segunda-feira (16). O crime ocorreu em 9 de junho de 2019 e Cupertino estava entre os criminosos mais procurados da polícia paulista, ocupando o top 1 dos mais perigosos de São Paulo.

De acordo com o site G1, policiais da 6ª. Seccional fizeram a prisão e encaminharam o preso para o 98º Distrito Policial, no Jardim Miriam, Zona Sul de São Paulo. Cupertino vai ser levado ao Instituto Médico Legal (IML) para fazer exame de corpo de delito e depois vai para a Divisão de Capturas, no prédio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no Centro da capital paulista. Depois, ele ficará à disposição da Justiça.

Paulo Cupertino assassinou a família porque não aceitava o namoro de Isabela Tibcherani, a sua filha de 18 anos à época, com o artista. Ele atirou no ator e nos pais do ator: João Alcisio Miguel, de 52, e a mãe Miriam Selma Miguel, 50.

O programa “Cidade Alerta”, da Record TV, chegou a falar do ocorrido. Luiz Bacci ainda contou que falou com Isabela. “Ela acaba de receber a notícia da prisão do pai”, disse Bacci.

“Recebi a notícia há uns 10 minutos. Depois de tantos anos, eu estava tentando me reerguer. Estou tentando manter a calma”, afirmou Isabela, em uma ligação telefônica com o jornalista.

Ao chegar no DHPP, Cupertino negou o crime: “Eu sou inocente. Estava escondido porque queriam me matar.”