Conecte-se

O que procura?

Variedades

Tempo livre na quarentena? Confira 3 músicas para praticar o inglês

Dua Lipa no clipe "Break My Heart" (Foto: Divulgação)

Você é do time que adora cantarolar no chuveiro? Que tal colocar em seu repertório músicas em inglês para treinar o idioma?  Para aprender a língua é preciso incluir o inglês em seu dia a dia e se dedicar não somente na sala de aula ou nas sessões com seu professor particular.

Segundo a expert em idiomas Cris Vieira, brasileira residente em Nova York há mais de 20 anos, que já ajudou a melhorar e a aperfeiçoar o inglês de nomes como Nicolas Prattes, Tania Khalill, e Monique Alfradique, a música é a forma pura como o americano fala, e por isso, é uma ferramenta valiosa na hora de colocar o idioma em prática. “O inglês não é o que você lê, é o que você ouve. Com a música escutamos o que queremos reproduzir. A música ajuda a compreender expressões e a aperfeiçoar a pronúncia,” explica Cris.

Advertisement

Confira a seleção de músicas feita pela expert em idiomas para você começar a colocar isso em prática:

More than words (Extreme) – clássica dos anos 90, a música tem um ritmo mais lento, o que é ideal para treinar a pronúncia. Quanto mais agitada a música, a tendência é usar abreviação das palavras, o que dificulta no entendimento e reprodução.

Advertisement

Chasing Cars (Snow Patrol) – com uma letra simples e melodia lenta, a música ajuda na observação da pronúncia, o que é ideal para quem está estudando os sons do inglês. Além disso, ela apresenta uma estrutura gramatical simples, como o Presente Simples e o verbo modal “Would” – cuja pronúncia também precisa ser observada, já que não tem o som do “u” que o brasileiro normalmente fala.

Break My Heart (Dua Lipa) – a música da famosa cantora e modelo inglesa traz muitas orações no condicional, sendo mais avançada gramaticalmente. Uma ótima música para praticar o “should’ve / would’ve”. Com ritmo mais agitado, a canção apresenta uma fala mais rápida, o que pode confundir um pouco o brasileiro na pronúncia. O ideal é ouvir com a letra para se acostumar com a ênfase das sílabas e ter certeza do que se está cantando para, assim, não criar palavras que não existem e que podem soar engraçadas no inglês. Então, atenção.

Sobre Cris Vieira

Educadora e empreendedora, Cris Vieira é professora e reside em Nova York há mais de 20 anos. Formada em Letras pela UERJ, é uma apaixonada pela linguística e pelas diferenças e similaridades do Português e do Inglês. Tem se especializado cada vez mais nos dois idiomas e nas culturas brasileira e norte-americana.

Graduada também em marketing, fundou o centro intercultural de idiomas e tradições Brazil Ahead, que inclui a Brazil Ahead, especializada em Português e cultura brasileira, e a American Ways, focada no Inglês e cultura americana para Brasileiros.  Cris Vieira dá aulas privadas para grandes executivos em Nova York, e em multinacionais que tem brasileiros em suas equipes e precisam de um inglês perfeito e uma pronúncia correta e clara, apesar do sotaque, para fazer o uso adequado da língua inglesa. Entre seus clientes corporativos de NY estão Bradesco e o Banco do Brasil.  Ela também tornou-se referência no trabalho de aperfeiçoamento de pronúncia para atores/atrizes, cantores (as) e influencers brasileiros que precisam atuar em Inglês para o mercado internacional.

 

 

Bombando!

Celebridades

Louis Hofmann, conhecido por interpretar Jonas Kahnwald na série de suspense “Dark”, produzida pela Netflix, teve uma cena de nu frontal, feita em um...

Celebridades

Conhecido por interpretar Lúcio no remake de ‘Eramos Seis’, folhetim exibido na faixa das 18h pela TV Globo,  o modelo e ator Jhona Burjack...

Celebridades

Após rumores que circulavam desde o início do mês, a assessoria da cantora Manu Gavassi confirmou que ela e o engenheiro Igor Carvalho não...

Celebridades

O republicano KW Miller, candidato a um pleito congressista pelo estado da Flórida, nos Estados Unidos, teve uma fala polêmica viralizada no Twitter neste...

Anúncios
Anúncios

POP Mais no Twitter