POP Mais nas redes sociais

O que procura?

Música

Compositor diz que Gusttavo Lima encabeça organização criminosa e o acusa de plágio

Compositor diz que Gusttavo Lima encabeça organização criminosa e o acusa de plágio

Um compositor mineiro está processando Gusttavo Lima por um suposto plágio de sua música “Saudade Sua”. O possível autor está pedindo R$ 80 milhões, sendo R$ 55 milhões por danos materiais e R$ 25 milhões por danos morais.

“A gente move a ação por entender que ele é o responsável pelo plágio da música ‘Saudade Sua’. Esse cantor é o chefe de uma organização especializada em plágio, no qual ele é o cabeça e tem os seus comparsas que pegam obras de autores que lutam diariamente. Pegam as músicas, transformam e colocam em nome de terceiros”, afirma o advogado de acusação Edson Feliciano.

O compositor afirma que ofereceu a letra da música para o sertanejo em 2018, e chegou a receber proposta de R$ 200 mil pela canção. Como Gusttavo estava demorando para dar um retorno, o autor ofereceu a música para uma dupla sertaneja.

“Fiz a música em 2018, passei para ele como a música número um de um CD com cinco músicas em Uberlândia. Depois encontrei com ele em Uberaba e no dia 14 de julho no aeroporto de Iturama, entreguei um vídeo cantando a música e um cartão de memória com mais cinco músicas. Expliquei para ele que a música podia fazer sucesso, que a história tinha acontecido comigo”, defende o compositor.

Até o presente momento Gusttavo Lima não se manifestou sobre as acusações envolvendo seu nome. Entretanto, esta não é a primeira vez que o artisita se envolve em problemas por causa de suas músicas.

Em 2013, o sertanejo foi processado pelo cantor Pablo, acusado de ter regravado e lucrado em cima da canção “Fui Fiel” sem autorização. No ano de 2016, um compositor português o acusou de plágio na música “Que Mal te Fiz Eu”.

Anúncios
Anúncios
error: Conteúdo protegido!