POP Mais nas redes sociais

O que procura?

Televisão

Globo planeja demissão em massa para terceirizar todo o setor operacional, diz site

william bonner aposentadoria
Reprodução/ TV Globo

Já há algum tempo a Globo vem realizando um processo de unificação interna, e já promoveu uma série de desligamentos a fim de enxugar os custos da empresa. Agora, o conglomerado de mídia caminha para finalizar nas próximas semanas um plano de demissão em massa de todo o departamento operacional, incluindo canais de televisão por assinatura e TV aberta.

Segundo informações do TV Pop, a redução no quadro funcional ocorrerá ainda neste ano, no máximo no início de 2022, e é visto como irreversível nos bastidores da companhia.

Veja também

Ainda de acordo com a publicação, ele foi aprovado por todas as esferas executivas, que liberaram a terceirização do setor para produtoras, em uma tentativa de cortar custos da empresa para poder focar em áreas mais estratégicas, como otimizações de tecnologia e modificações na plataforma de streaming do grupo.

Nos corredores da empresa, a terceirização é vista como “a morte do Q de Qualidade”. Isso porque, nos últimos tempos, a Globo optou por ter menos profissionais atuando nos bastidores resultando em erros técnicos grotescos, como visto nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Vale lembrar que outras emissoras já promoveram a terceirização de setores. Há vários anos, a Record ensaia o desmonte do departamento, mas nunca o fez completamente por receio de sofrer represálias do Sindicato dos Radialistas, responsável por assegurar os direitos da categoria que trabalha nas funções — como operadores de teleprompter, operadores de GC, câmeras, sonoplastas, dentre outros. Vários programas da emissora do Bispo Macedo já foram entregue à terceirizadas, incluindo a “A Fazenda” e todas as novelas.

Publicidade

Anúncios
Anúncios
error: Conteúdo protegido!