POP Mais nas redes sociais

O que procura?

Entrevistas

Lenda da dance music, Laidback Luke conversa com o POP Mais sobre “Home Alone” com Dubdogz

Laidback Luke
Foto: Divulgação

“Show Me Love”, “Leave The World Behind”, “Turbulence” e “Call It House” fazem parte da grande bagagem de sucessos de Laidback Luke, um dos DJs e produtores mais conceituados da música eletrônica. Você com certeza já escutou alguma música dele por aí e não pode perder o novo lançamento: o produtor se uniu ao duo brasileiro Dubdogz para “Home Alone”. O POP Mais não ficou por fora e conversou com o Laidback Luke sobre o novo single, carreira e curiosidades. Confira!

P+: Antes de trabalhar com o Dubdogz em “Home Alone”, o duo fez um remix da sua música “Show Me Love”, o que achou da música?

LL: Essa faixa saiu pela minha label, assim como o remix do Vintage Culture. Eu adoro tudo que o Dubdogz está fazendo e é importante discutir o que eles estão fazendo internacionalmente para a cena brasileira de música eletrônica. 

O Alok abriu os portões, o Vintage Culture traz esse tipo de música com referências de House e Progressive, que as pessoas gostam muito aqui fora, e é justamente o que eu gosto no Dubdogz. É como se voltássemos ao básico da Dance Music na sua fórmula pura. Isso estar vindo do Brasil é uma revolução.

P+: Com certeza! E sobre a nova música que será lançada com o duo, o que você mais gosta da track?

LL: Eu sinto que é como se fosse uma cápsula do tempo com emoções, essa track foi feita durante a pandemia e eu me lembro do sentimento de estar em casa sozinho e querer sair. Ter essa faixa lançada agora com o retorno dos eventos… é incrível  poder finalmente sair e dançar “Home Alone” ao lado das pessoas. Ela também traz referências do House, e, para mim, traz bastante raízes desse gênero. Estou muito feliz em lançar com o Dubdogz.

P+: Muito legal! Existem vários DJs e produtores incríveis para colaborar junto, mas indo em uma direção diferente, existe algum artista do Pop com quem você gostaria de trabalhar junto?

LL: Há muito tempo um dos meus maiores desejos é colaborar com o Justin Timberlake. Eu ainda amo a voz dele, amo ele como pessoa, como dançarino. Acho que poderíamos trabalhar em algo incrível juntos, nós deveríamos trazer “Sexy Back” em 2022. 

P+: Seria incrível, essa música é muito boa, seria uma super collab! E o que podemos esperar do Laidback Luke para os próximos meses ou próximo ano… algum spoiler que pode nos contar?

LL: Vamos ver como será a repercussão de “Home Alone”, mas tem muita música que irei lançar em breve e estou trabalhando agora com R3HAB em uma collab. Do meu som, vocês podem esperar algo mais puxado para o House. Eu pude testar algumas coisas em alguns eventos e estou muito animado, porque sinto que é uma nova onda na minha carreira. Estou nela há um bom tempo e existe uma nova versão de mim chegando e mal posso esperar para todos vocês ouvirem. 

P+: Mal podemos esperar para ouvir também! Nós sabemos que é uma pergunta difícil, mas você consegue escolher suas três tracks mais especiais e nos contar o porquê?

LL: Acho que “Leave The World Behind” com o Swedish House Mafia é uma das tracks onde – e pode perguntar para o Vintage, rs – nós criamos esse tipo de música com muita referência do House e Progressive. Essa track foi como um modelo para Alesso e até mesmo o Avicii fazerem esse tipo de som, então essa entrou para a história com certeza.

“Turbulence”, com o Steve Aoki, também foi um modelo para aquela onda do EDM, no qual tínhamos uma música mais pesada com synths.

E acho que uma das minhas favoritas de todos os tempos é “Break Down The House”, ela é atemporal, eu volto para o House Music, e é nesse estado mental que me encontro agora. Essa música eu fiz há 30 anos e ainda assim ela é fresh.

P+: Assim como “Show Me Love”, ela é icônica e atemporal, você ouve o tempo todo!

LL: Eu esqueci “Show Me Love”, meu Deus! Hahahaha

P+: Hahahahaha! Muito obrigado por conversar com a gente! Alguma mensagem para seus fãs brasileiros que mal podem esperar você de volta no Brasil?

LL: Primeiro, muito obrigado por me receberem, é uma grande honra para mim! E para quem me apoia e conhece minha música, no começo do ano estou de volta e mal posso esperar para tocar para vocês!

Publicidade

Anúncios
Anúncios
error: Conteúdo protegido!