Conecte-se

O que procura?

Opinião

OPINIÃO | O ódio sem motivo da internet por Anitta

Foto: Reprodução

Vira e mexe, nos vemos em meio à mais uma polêmica envolvendo o nome Anitta. Não por menos, a cantora brasileira mais ouvida no mundo desperta interesse de todos os lados, e não apenas pela sua música.

Então vamos lá! Na última semana, a malandra se viu atacada por receber em sua casa o apresentador e influencer Gui Araújo. Ora, estamos em uma quarentena… E o exemplo? Os riscos? Foi só o que se leu e ouviu falar nas redes sociais. Muita gente criticando…

Advertisement

Mas poucos olharam para um pequeno detalhe… Anitta entrou em quarentena em março, e se você olhar direitinho, verá que o Guilherme também se isolou no final de março… Primeiro ponto a ser levantado é que ambos estavam em quarentena. Não é errado dizer que há riscos em sair de casa, ainda mais com o número crescente de mortos pela COVID-19 no Brasil, um país liderado por um presidente que desdenha da doença…

Porém, se ambos estavam isolados, e decidiram se isolarem juntos depois, que mal tem? É lamentável ver colegas de profissão, ainda mais de veículos renomados, publicarem matérias afirmando que a permanência de Gui Araújo na casa de Anitta é meramente para sexo… Sim amigos, isso aconteceu. Anitta é uma popstar global, mas também é humana. Precisa de carinho, afeto, família, amores… Preciso mesmo ir além?

Advertisement

Política

Sim! Após as infinitas críticas que recebeu durante as eleições de 2018, por se manter em “silêncio” no movimento #EleNão, Anitta resolveu usar o tempo livre na quarentena para falar de… política!

Mais uma vez a cantora virou alvo de um ódio desenfreado e sem motivo. Ela promoveu uma live no Instagram, ao lado da amiga e comentarista política Gabriela Prioli, da CNN. Inúmeras vezes, Anitta afirmou e reafirmou que “não entende de política”, e que o objetivo daquela ação era aprender.

Mas aquele ditado que diz “só ouve o que quer”, cai tão perfeitamente nos internautas que propagam o ódio nas redes, que muita gente saiu literalmente xingando Anitta. Ela, que falou várias vezes que quer aprender sobre o assunto, e jamais se disse entendida.

Na mesma semana, em que ela travou uma batalha com o Deputado Federal Felipe Carreras (PSB-PE), pela defesa dos direitos autorais dos artistas, e venceu – conseguindo que ele retirasse a MP que pedia a mudança das regras – a maioria opta por permanecer na crítica e vir o rosto para os bem feitos da cantora. Mas não enxerga que ela usou seu alcance e engajamento para tratar de um assunto tão delicado e muitas vezes injustiçado. Depois ela foi lá se posicionar contra Regina Duarte, e mais uma vez criticada. Ora, se fica calada é criticada, se se posiciona é criticada mais ainda.

Não é uma total inverdade quando se diz que Anitta gosta de estar no centro das atenções. Errada ela não está! Afinal, ela é uma celebridade de primeira grandeza, e “só é lembrado quem é visto”. Mas os militantes incansáveis, que tanto pregam “amor ao próximo”, permanecem agarrados à atitudes do passado. Por mais que ela não tenha feito nada contra ninguém, e que use de forma corriqueira a sua influência para dar visibilidade a assuntos importantes. Mas não… os mesmos militantes “paz e amor” são os primeiros a amar jogando pedradas no “pecador”. Como se ninguém jamais tivesse pecado…

Aí, você lê em mais um veículo, que o objetivo de Anitta é se tornar Presidente da República… Se fossemos comparar nosso atual cenário, ela teria total capacidade de liderar o país melhor do que os que estão aí.

Anúncios
Anúncios

POP Mais no Twitter