Notícias

T4F, organizadora da turnê Taylor Swift pode ser condenada por homicídio culposo

T4F, organizadora da turnê Taylor Swift pode ser condenada por homicídio culposo
Reprodução/Instagram

Após o laudo de necropsia da fã de Taylor Swift, Ana Benevides ter morrido devido pela exaustão térmica de calor. A T4F, organizadora da turnê da norte-americana no Brasil, poderá ser responsabilizada pela morte da jovem e ser condenada por homicídio culposo.

Leia Mais:
Laudo aponta que fã de Taylor Swift morreu de exaustão térmica causada pelo calor
Lee Sun-Kyun, ator do filme coreano ‘Parasita’, morre aos 48 anos
Marcelinho Carioca relata momento de pânico em sequestro: “Apavoro”

Caso seja comprovado ainda no laudo da morte da jovem está ligada parcial ou integralmente à falta de água no corpo, onde a organizadora limitou o acesso do público a hidratação.

“Para que um crime culposo ocorra, aquele que não tem a intenção de matar, ele tem que ter o elemento da previsibilidade. A empresa poderia prever que aquilo iria ocorrer? Tinha gente debaixo de sol desde as 5h da manhã. Nesse caso, haveria uma situação de responsabilidade em cascata que subiria do funcionário responsável por isso, podendo chegar até o presidente da empresa”, afirma o advogado criminalista Carlos Maggiolo, professor de direito penal.