Kesha perde processo de difamação movido por Dr. Luke

Kesha perde processo de difamação movido por Dr. Luke

Após uma juíza de Nova York ir a favor de Lukasz Gottwald, mais conhecido como Dr. Luke, em fevereiro de 2020, fazendo assim, os advogados de Kesha, recorrerem a decisão, argumentando que o produtor era uma pessoa pública e que a cantora poderia sim, expor o abuso psicológico e sexual, cometido contra ela, utilizando seu nome. Se você não está entendendo nada, iremos dar um pouco de contexto, porém, gostaríamos de avisar que o texto abaixo pode gerar gatilhos para leitores mais sensíveis.

No ano de 2014, a cantora Kesha entrou com uma ação contra o produtor Dr. Luke, conhecido por hits como “Teenage Dream”, “Tik Tok”, “We Can’t Stop” e mais recentemente, pelo smash, “Say So”. Em contra-partida dessas acusações, Luke abriu um processo por difamação e quebra de contrato, afirmando que a cantora havia o acusado de forma falsa, como uma tentativa de romper seu contrato.

Kesha alega que o produtor a drogou e abusou sexualmente, além de ter anexado no processo, mensagens trocadas com a cantora Lady Gaga, onde ela alega que Katy Perry também foi abusada.

ANÚNCIOS
Kesha perde processo de difamação movido por Dr. Luke
Imagem vazada do processo

Kesha: Eu estou muito chateada com a Katy Perry
Gaga: Ela fez algo?
Kesha: Ela poderia trazer tudo à tona
Gaga: Ela poderia
Kesha: Mas ela não vai
Gaga: Tudo bem, isso é complicado
Kesha: Ela foi estuprada pelo mesmo homem, caramba
Gaga: Ela provavelmente está com muito medo de perder tudo, você foi muito forte ao enfrentar ele, ela ainda não é tão forte quanto você. Você conversou com ela?
Kesha: Você está certa. Eu preciso encontrar simpatia e empatia com ela. Ela é tão má. É difícil.
Gaga: Você quer que eu veja se posso falar com ela? Eu sei que ela é má
Kesha: Você é amiga dela?
Gaga: NÃO. MEU DEUS, NÃO. Ela me deixa brava devido a isso. Eu apenas tento ter empatia por ela

Vale lembrar que Gaga já comentou sobre as mensagens e até mesmo, interagiu com Katy no Twitter sobre o assunto. Kesha não se pronunciou sobre a troca de mensagens.

As mensagens anexadas pelos próprios advogados de Kesha, acabaram sendo usadas contra ela, já que ela acabou difamando Lukazs na troca de mensagens e também, pela acusação envolvendo Perry, que no tribunal, negou as afirmações. Esse conjunto de fatores, levou a cantora a perder o processo, sendo intimada a pagar 374 mil dólares à empresa do produtor, devido a violação de seu contrato. Porém, a juíza afirmou que a decisão não foi nenhum tipo de declaração sobre o caso de abuso sexual.

Leia também: Kesha faz uma viagem com seu gatinho no clipe de “Little Bit Of Love”

Após tudo isso, Kesha entrou com um recurso, afirmando que Luke é uma figura pública e que não houve nenhum tipo de difamação envolvendo sua figura. Porém, na tarde desta sexta-feira (23/04), foi divulgado pelo Hollywood Reporter que a cantora perdeu a apelação, já que “o produtor não é famoso o suficiente para ser considerada uma pessoa pública”.

ANÚNCIOS

De acordo com três dos cinco juízes que trabalharam na apelação, isso acontece porquê Luke nunca se colocou em um debate público sobre o assunto. Eles ainda afirmaram que ele é um produtor de sucesso que nunca chamou atenção sobre sua relação com seus clientes, mas sim, para seus trabalhos.

Já em forte discordância, a juíza Saliann Scarpulla apontou falhas nesse discurso, já que Lukazs já foi juiz do American Idol e acumula mais de 200 mil seguidores no Twitter.

Porém, ao que tudo indica, os advogados de Kesha, já estão se preparando para uma nova audiência que está marcada para o Outono, onde eles irão utilizar de uma nova lei, para argumentar sobre o caso.

ANÚNCIOS

Fonte

Chefe de Redação do Portal Pop Mais.