Morre Paulo Gustavo aos 42 anos, vítima de covid-19

paulo gustavo

Morreu hoje (4), aos 42 anos, o humorista Paulo Gustavo, conhecido nacionalmente por interpretar a personagem Dona Hermínia, tanto no cinema quanto na TV.

O ator estava internado em um hospital do Rio desde o dia 13 de março, após ser diagnosticado com a doença. Em nota, a assessoria do artista informou que a internação aconteceu por orientação médica e tinha como objetivo o acompanhamento de perto. Paulo tinha asma, e fazia parte do grupo de risco.

Uma semana depois, a assessoria de Paulo emitiu uma nova nota informando que o mesmo havia tido resposta positiva no tratamento, porém seria entubado para um tratamento mais eficaz. A equipe do ator chegou a divulgar algumas notas informando que seu quadro de saúde estava evoluindo positivamente. Porém, na última semana seu estado piorou consideravelmente.

ANÚNCIOS

Ontem, a assessoria do artista liberou uma nota informando que Paulo teve uma piora repentina no nível de consciência e dos sinais vitais, e que exames demonstraram que ele havia tido uma embolia disseminada, incluindo o sistema nervoso central, classificando seu estado como extremamente grave.

Hoje mais cedo, as especulações em torno do falecimento do humorista tomaram as redes sociais, após a Record TV mostrar os parentes de Paulo Gustavo chegando no Hospital, praticamente todos ao mesmo tempo.

No começo da noite, a equipe do humorista emitiu um novo comunicado informado que seu quadro era irreversível. O óbito foi confirmado horas depois da nota ser divulgada.

ANÚNCIOS

Paulo era casado com Thales Bretas e deixa dois filhos, Gael e Romeu, de um ano e meio.

Carreira de Pàulo Gustavo

Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros nasceu em Niterói, Rio de Janeiro. Ganhou visibilidade nacional em 2004, quando integrou o elenco da peça “Surto”, nascendo aí sua personagem mais icônica: Dona Hermínia.

ANÚNCIOS
Paulo Gustavo interpretando "Dona Hermínia", sucesso do canal Multishow (Foto: Divulgação)
Paulo Gustavo interpretando “Dona Hermínia”, sucesso do canal Multishow (Foto: Divulgação)

Um ano depois deixou o elenco da peça para em 2006 estrear o espetáculo “Minha Mãe É Uma Peça”, que em 2013 migrou para o cinema e ganhou mais longas na sequência.

Fez bastante sucesso com os programas “220 Volts”, “Vai Que Cola” e “Fernando Show”, todos no canal por assinatura Multishow, do grupo Globo.

ANÚNCIOS