Pastor que abraçou menina em casa de Wesley Safadão diz que acusações são “uma grande loucura e injustiça”

pastor andre vitor

Nesta segunda-feira (26), um vídeo onde o pastor André Vitor aparece abraçando uma menina por trás na casa de Wesley Safadão viralizou nas redes sociais. Vários internautas apontam que houve importunação sexual por parte do religioso, principalmente porque após soltar a menina ele puxa a camisa para baixo, atitude que foi vista como tentativa de esconder uma possível ereção.

Em entrevista à coluna de Fábia Oliveira, no Jornal O Dia, André falou que o vídeo está sendo maldado pelas pessoas e que todas as acusações são uma “injustiça”.

Veja também
Vídeo registra assédio de pastor à menor de idade em casa de Wesley Safadão

“Posso te mandar dezenas de fotos e vídeos que eu estou nesta mesma posição (de puxar a camisa pra baixo). Estou acima do peso e isso é uma mania minha (para evitar que a barriga fique à mostra)”, disse o pastor.

“Uma grande loucura e injustiça que já está sendo acompanhada por uma equipe criminal, por tentarem manipular uma situação contra mim sem sequer saberem quem sou. Os pais da criança, que são praticamente meus irmãos, e eu, estamos todos juntos pra não levarem isso mais à frente, porque é uma maldade sem precedentes comigo, que só planto o bem e tenho total familiaridade e amor. Somos todos família e, principalmente, com uma criança que não pode jamais ter esse estigma de assediada, porque é muito bem tratada e amada por todos nós. Estamos todos muito indignados”, desabafou André.