POP Mais nas redes sociais

O que procura?

Críticas

Review | “Sandy+Chef” deixa sabor agridoce após dois primeiros episódios

Review | "Sandy+Chef" deixa sabor agridoce após dois primeiros episódios
Sandy - Imagem: Reprodução/HBO Max

No próximo dia 11, a HBO Max irá disponibilizar a primeira temporada de “Sandy+Chef”, versão brasileira do já consagrado “Selena+Chef”.

O programa tem uma premissa um tanto simples, onde Sandy tenta preparar pratos ensinados por chefs renomados da gastronomia mundial em sua casa. A aula acontece via internet, o que torna as coisas ainda mais divertidas, ou pelo menos, deveria.

Nós do POPMais tivemos acesso aos dois primeiros episódios em primeira mão e vamos contar um pouco do que você, nosso leitor, pode esperar do programa.

Como fã do formato original, assistir ao programa não foi nenhuma novidade, já que logo quando os episódios chegaram ao Brasil, eu maratonei todos. Então, vocês devem imaginar o quanto eu estava ansioso para conferir os episódios da versão brasileira com uma das maiores estrelas do país, Sandy.

Infelizmente, a minha animação não durou muito tempo, pois o tédio pairou sob o programa, principalmente do primeiro episódio, que foi extremamente massante e cansativo de assistir. Com apenas 12 minutos de episódio, eu tive a sensação que estava assistindo há pelo menos meia-hora. Além de tudo, eu me vi pegando o celular várias vezes, coisa que dificilmente acontece, pois pessoalmente, eu assisto alguns programas muito duvidosos e mesmo assim eles me deixam engajado de alguma forma.

Nem mesmo Paola Carosella, chef qual eu admiro muito, preparando um prato vegetariano conseguiu me deixar interessado em continuar assistindo, porém, segui em frente, pois caso contrário, estaria sendo injusto nessa review.

Acho válido informar que nesse episódio em específico, Sandy revelou que ocorreram problemas técnicos durante e que o tempo de gravação se estendeu por horas, fazendo até mesmo, a massa que ela havia preparado no episódio, secar.

Na minha opinião, isso realmente prejudicou o piloto, já que quando passei para o episódio seguinte, as coisas foram mais fluídas e interessantes, talvez porquê não havia o cansaço e estresse de problemas secundários.

Um ponto que também acho importante ressaltar é que diferentemente de Selena Gomez, Sandy já tem um certo conhecimento gastronômico, chegando a ter preparado um crumble anteriormente, receita ensinada no primeiro episódio. Então, não esperem grandes erros/desastres como ocorrem no formato original.

O segundo episódio foi um pouco melhor, porém, com muitos pontos altos e baixos, me deixando pensativo se a escolha de Sandy para o programa foi algo assertivo.

Por mais que eu admire a cantora, em muitos momentos senti uma certa falta de carisma e até mesmo, achei algumas interações um tanto forçadas, talvez por conta do nervosismo de estar fazendo algo novo. Sandy também deixou escapar durante a coletiva que o programa é roteirizado, algo estranho, levando em consideração que o formato tem a intenção de ser espontâneo.

A participação da família de Sandy também foi um tanto desnecessária, eles estavam ali apenas por estar, não trazendo entretenimento algum. Até mesmo Raquelle, amiga de Gomez que está sempre no celular, entrega mais carisma e entretenimento que eles.

Mas voltando para o segundo episódio, mesmo com alguns pontos baixos, Sandy se mostrou muito esforçada em aprender e ainda serviu momentos divertidos, onde ela conseguiu fazer a participação de sua família ser um tanto útil, já que eles ajudaram ela a fazer diversos processos.

Sendo um tanto sincero, eu me senti assistindo a um programa dominical de TV aberta em muito momentos e era uma quinta-feira. Talvez, diferentemente do esperado, o programa passou de algo extremamente jovial e divertido, para algo que talvez seus pais ou avôs gostem.

Um detalhe interessante de se ressaltar é que assim como no formato original, o programa doa uma quantia em dinheiro para a ONG escolhida pelo chef convidado. Algo muito importante, tendo em vista o impacto gigantesco da pandemia.

Em resumo, o programa tem alguns pontos fortes, porém, faltou tato nesses dois primeiros episódios. Eu entendo que Sandy estava extremamente nervosa e que o programa ainda era algo extremamente novo para ela nos episódios assistidos por mim, então esperamos episódios mais fluídos ao decorrer da temporada.

O mais decepcionante destes dois episódios, principalmente do primeiro, é o fato de um formato tão simples e de sucesso, conseguir se tornar algo chato e tedioso. Porém, com o esforço da atriz e cantora, podemos ter episódios esplendidos daqui pra frente.

Nota: 3,5/5,0

Publicidade

Anúncios
Anúncios
error: Conteúdo protegido!