Conecte-se

O que procura?

Música

#1 no Itunes! Em entrevista à Billboard, Britney Spears e compositores falam sobre o impacto de “Mood Ring”

Foto: Reprodução

Surpreendendo a todos, a faixa “Mood Ring”, lançada nas plataformas digitais na última sexta-feira (29), de Britney Spears, fez bastante barulho e atingiu o topo do iTunes dos Estados Unidos. Lançada originalmente em 2016, a faixa era apenas uma versão exclusiva disponível no Japão.

Alcançando o #1, incluindo os EUA e o Brasil, a faixa lançada originalmente há 4 anos, chamou atenção ao subir grandes posições em seu lançamento, ficando a frente de grandes lançamentos como  as faixas do álbum “Chromatica”, de Lady Gaga.

Advertisement

Sem rixas femininas ou desmerecendo qualquer uma das artistas, a faixa da princesinha do pop criou um furor apenas por estar disputando as primeiras posições, fato esse que surpreendeu até mesmo a cantora, que entrevista a Billboard falou sobre o feito “Isso é incrível! ‘Mood Ring’ é uma das minhas músicas favoritas no Glory, tem uma vibe muito boa e é sexy. Eu sou muito grata aos fãs por pressionarem por esse lançamento, e também por fazerem chegar ao número 1 do iTunes. Eu tenho os melhores fãs do mundo! Amo todos vocês!”.

Papa a publicação, Melanie Fontana e Jon Asher, compositores da canção, falaram sobre o feito “Quando fiquei sabendo do primeiro lugar, fui instantaneamente catapultada para o passado na minha mente, chegando ao meio do quarto de infância, assistindo a uma versão infantil minha sentada num carpete, cercada de encartes, meu antigo fone de ouvidos da Sony, pesquisando todos os nomes por trás dos artistas que eu amo. Eu gostaria de poder sussurrar para mim mesma ‘Não se preocupe, porque se você continuar trabalhar, vai chegar lá também!’. Mas eu não teria acreditado, assim como agora em que eu mal consigo acreditar que eu estou dividindo uma música número 1 com Britney Spears. Dizer que eu estou agradecida não faz justiça, mas realmente é a emoção mais próxima de mim agora” revelou Melanie.

Já Jon afirmou ter ficado bastante surpreso e horando com as campanhas de #JusticeForMoodRing e #JusticeForGlory iniciadas pelos fãs da cantora “Atingir número 1 no iTunes parece surreal. Eu estava arrepiado e com lágrimas nos olhos quando descobri! O sucesso de ‘Mood Ring’ foi realmente um esforço de base em nome da Britney Army e fãs ao redor do mundo. Eles deram a essa música uma sobrevida e levaram aonde está agora. Sendo um fã de Britney como sou, estou honrado em fazer parte da campanha #JusticeForMoodRing e #JusticeForGlory e serei eternamente grato a Britney, sua equipe e aos fãs por acreditarem na música”.

Gravada originalmente em 2015, durante uma das visitas de Britney ao estúdio de gravação, enquanto ainda produzia o “Glory”, a canção foi composta pensando sobre os altos e baixos vividos pela cantora e como afirma os compositores “Mas não importa que o aconteça, as pessoas realmente se preocupam com ela. Nós somos apegados a todas as eras de Britney e queríamos demonstrar o círculo de cores que ela é.”.

A faixa, que originalmente seria uma parceria com o The Chainsmokers, porém Britney acabou ouvindo a canção e gostando muito “O The Chainsmokers, de forma muito educada e amável, a recusou, dizendo que era muito feminina. Mas eles pediram “Vocês acham que é possível escrever algo para a gente como ‘Mood Ring’, mas de uma forma mais masculina?”. E nós dissemos, “claro”. E foi aí que escrevemos “Setting Fires” para eles. E depois “Waterbed”, música dos The Chainsmokers, usou a batida original que usamos em ‘Mood Ring’. Era junho de 2015 quando descobri que Britney estava gravando ‘Mood Ring’ por conta própria. Eu estava na Finlândia na época e eu literalmente sentei e gritei dentro do meu suéter, estava muito animada. Meus joelhos perderam a força e eu basicamente perdi a sensibilidade das pernas. Eu considerei comprar um vôo de volta para Los Angeles o mais rápido possível para estar presente. Mas seria impossível! Britney aparentemente finalizou a gravação em apenas uma hora, o que é incrível. Para mim, isso significa que ela sabia a música de cabo a rabo e realmente se animou” revelou Melanie.

Jon também revelou sobre o processo de gravação da canção “Eu não estava lá quando Britney gravou a música, mas eu cheguei a produzir seus vocais, o que foi uma experiência incrível. Os vocais crus eram tão perfeitos. Eu estava derretendo ao ouvir sua voz sem efeitos. Ao produzir seus vocais, eu mirei na voz natural, a Britney nostálgica sonoramente, mas com uma pegada moderna. Eu estava fazendo referência a “Oops!… I Did It Again” com o filtro que parece de telefone que eu coloquei nos ablibs, alguns dos runs e o refrão”.

Sobre a conquista alcançada pelo álbum, a compositora também falou sobre o recente topo alcançado pelo álbum no “iTunes Pop Albums”, após lançamento da nova capa “Glory é um álbum que realmente não recebeu o amor que merecia. E agora está recebendo um reconhecimento tardio. Eu atribuo isso aos fãs no Twitter, dizendo “Ei, eu sei que essa música saiu há 4 anos, mas você poderia sentar e ouvir esse trabalho? Porque é maravilhoso. Aliás, você sabia que tem uma música na versão Japonesa que não foi lançada mundialmente?” Parece que os pedidos por Glory e Mood Ring fizeram ping-pong em cada pessoa e eventualmente chegou a Britney”.

Apesar dos produtores ainda não saberem sobre o processo de produção do décimo álbum de inéditas de Spears, ambos se mostraram disponíveis “As pessoas vem especulando sobre o B10 pelo que parece ser metade da década. Honestamente, nada me faria mais animada, orgulhosa e viva do que ser considerada para trabalhar nesse projeto. De um modo estranho, sempre me vi num papel de produtora executiva. Eu adoraria ser a Produtora Executiva de um álbum como esse. Seria um sonho se tornando realidade. Quando soubermos pela equipe de que é hora de começar a enviar material, eu serei a primeira na fila. ‘Ding Dong! Bom dia, eu trouxe rosquinhas!” afirmou Melanie.

 

Bombando!

Celebridades

O cantor italiano Fred De Palma anunciou o lançamento de uma parceria com Anitta, nesta sexta-feira (3/7). Após a notícia, o nome do artista...

Celebridades

O ator Igor Cosso, que interpreta Júnior em “Salve-se Quem Puder”, usou as redes sociais para declarar sua homossexualidade. Em meio ao mês do...

Celebridades

No mês do orgulho LGBTQI+ muitas figuras públicas da televisão deixaram o preconceito de lado e resolveram assumir para todos sua orientação sexual. João...

Celebridades

O ator Rômulo Estrela foi contra o esteriótipo de que meninos não podem brincar de boneca, somente meninas, e divulgou na tarde desta terça-feira...

Anúncios
Anúncios

POP Mais no Twitter