POP Mais nas redes sociais

O que procura?

Celebridades

Britney Spears revela que vivia com medo e foi internada à força, diz New York Times

Framing Britney Spears-globoplay
Foto: Felicia Culotta

Mais um capítulo sobre a tutela de Britney Spears veio à tona nesta terça-feira (22). Segundo matéria publicada no New York Times, a cantora expressou forte oposição ao controle excessivo do seu pai, Jamie Spears, e à tutela na justiça há alguns anos.

O controle sobre a vida, negócios e fortuna de Britney está com Jamie desde 2008. O processo desencadeou o movimento #FreeBritney, liderado por fãs, e foi retratado no documentário “Framing Britney”.

Mesmo sem falar publicamente sobre o assunto, Britney questionou a capacidade de Jamie conduzir sua carreira, segundo documentos confidenciais aos quais o jornal americano teve acesso.

O primeiro pedido de remoção da tutela aparece em 2014 na matéria do New York Times. Na época, a os advogados apresentaram uma lista de motivos para que Jamie deixasse de ter o controle sobre a vida de Britney.

Consumo de bebida, comportamento e uma “mesada semanal” que a cantora recebia foram alguns do exemplos listados. Anos depois, a popstar chegou a afirmar que sentia que a “a tutela se tornou uma ferramenta opressora e de controle sobre ela”, segundo um investigador relatou ao tribunal em 2016.

Britney Spears e seu pai Jamie - Reprodução/ Instagram
Britney Spears e seu pai Jamie – Reprodução/ Instagram

Nos documentos, Britney também informou que queria que a tutela fosse encerrada o mais rápido possível. “Ela está ‘cansada de ser explorada’ e disse que é ela quem trabalha e ganha dinheiro, mas todos ao seu redor estão em sua folha de pagamento”, disse o investigador.

A cantora disse que o pai estava “obcecado” e controla, inclusive, quem podia ou não ser seu amigo, namorado e até negou que armários fossem trocados na cozinha de sua casa, porque sairia muito caro.

Os documentos mostram ainda que, sob tutela, Britney viva “com muito medo”, e que se cometesse qualquer erro, as consequências poderiam ser “muito severas”.

Britney Spears também afirmou, em 2019, que foi forçada a se internar em uma instituição psiquiátrica, como uma forma de “punição” por ter sugerido ou criticado algo em um dos ensaios que participava, antes da estreia de uma temporada da residência em Las Vegas.

A cantora disse ainda que foi obrigada a se apresentar contra sua vontade quando estava doente, com febre de 40 graus, e descreveu o dia como A internação teria sido uma “punição” por ter sugerido ou criticado algo em um dos ensaios que participava, antes da estreia de uma temporada de shows em Las Vegas.

Britney Spears vai falar perante um tribunal sobre o controle que o pai, Jamie Spears, tem sobre sua vida, negócios e fortuna, nesta quarta-feira (23). A participação da cantora na audiência vai acontecer de forma virtual, assim como a de outras partes envolvidas no caso.

Anúncios
Anúncios