Televisão

Demitido da Globo, Malvino Salvador alfineta emissora: “Acabou o monopólio”

Demitido da Globo, Malvino Salvador alfineta emissora: “Acabou o monopólio”
Foto: Reprodução

Demitido pela Globo em 2020, Malvino Salvador pelo visto guardou mágoa do seu antigo empregador. Presença no elenco de “O Negociador”, thriller policial que será lançado pelo Prime Video, plataforma de streaming da Amazon, o ator conversou com o site Splash, do UOL, e resolveu alfinetar a emissora líder de audiência. “Acabou o monopólio. Outros estão produzindo. Isso é vantagem para todo mundo”, disparou.

“O mercado mudou muito, se abriu, está mais competitivo, e assim temos mais liberdade e oportunidades profissionais. Eu fui privilegiado porque fiz parte de um momento em que tinha trabalho, mas muitos atores não tinham oportunidades. Hoje está melhor para todo mundo. Acabou o monopólio da Globo, ela segue sendo a potência no que faz, mas outros também estão produzindo”, pontuou o artista, que avalia que a inexistência de um contrato fixo com emissoras ou plataformas de streaming é uma vantagem para toda a classe artística.

Veja também

“Não existir mais o monopólio é vantagem para todo mundo, inclusive para a Globo se aperfeiçoar ainda mais. Espero um dia ter a oportunidade de fazer outros trabalhos lá. Só porque eu saí, não significa que eu não possa voltar”, justificou Malvino Salvador. Com mais de 21 anos na carreira de ator, esta foi a primeira vez que ele atuou em uma série. “Fiquei muito empolgado com o papel e com a oportunidade. É uma série policial, um gênero que sempre admirei e quis fazer”, revelou.

“Nunca tinha conseguido uma oportunidade nesse gênero e também nunca tinha feito série, somente novela. Esse novo trabalho veio na hora certa”, disse ele. “É uma trama, uma conspiração, em cima desse personagem, e posso adiantar que o último capítulo é surpreendente. Estou realmente muito feliz. Caí numa equipe maravilhosa, me deparei com profissionais de altíssima qualidade querendo entregar o melhor produto”, concluiu o ator.