Com visto norte-americano cancelado, Gretchen faz apelo para Joe Biden: “Fiz nada errado”

Gretchen
Publicidade

Gretchen está proibida de pisar em solo americano há quase 10 anos. Isso porque a cantora passou uma temporada nos Estados Unidos em 2012, e na época saíram matérias dizendo que ela estava trabalhando ilegalmente em uma lanchonete por lá. O visto da artista brasileira foi cancelado definitivamente e, desde então, ela tenta reverter a situação.

Publicidade

Em entrevista à revista Quem, Gretchen revelou que tentará novamente fazer uma carta perdão e apelar para o presidente Joe Biden. “Ainda tenho aquela restrição com os Estados Unidos e é uma coisa que eu gostaria de rever. Agora que o presidente de lá mudou e é o Joe Biden, quero tentar reverter essa situação. Na época que saiu aquela notícia de que eu estava trabalhando ilegalmente em uma lanchonete lá, cancelaram meu visto definitivamente”, lamentou.

A cantora disse que pretende reunir comprovantes de que ela não tem intenção de residir na América do Norte e que vai tentar mais uma vez reverter o cancelamento. “Agora estou tentando fazer uma carta de perdão com este novo presidente, comprovando minha carreira de cantora, como artista. Até porque não fiz nada de errado e sei de casos de pessoas que fizeram até coisas pesadas e conseguem voltar lá. Não sei porque o meu caso deu nisso. Espero que eu possa voltar a passear lá e fazer shows. Não tenho intenção nenhuma de morar lá mais. Até porque sou cidadã europeia”, justifica a cantora, que tem residência fixa em Portugal, além das duas casas no Brasil, em Recife (PE) e Belém (PA).

Publicidade

Bem-humorada, ela brinca que irá usar sua influência digital para voltar a ser aceita nos Estados Unidos. “Vamos fazer uma campanha para eu conseguir. Quem sabe não sobem a hashtag #JoeBidenLiberaGretchen no Twitter. Já faz uns 10 anos que aconteceu isso. Mas espero um dia poder voltar a circular lá, como circulo honestamente em todos os lugares do mundo”, relata Gretchen.

Publicidade

Publicidade