Ludmilla pede encontro com Val Marchiori: “soltar a liberdade de expressão dela no meu ouvido”

ludmilla Val Marchiori

Nesta sexta-feira (26/3), veio à tona a notícia que Ludmilla perdeu o processo movido contra Val Marchiori. A funkeira acusa a socialite de racismo, pois em 2016 ela disse que os cabelos da artista parecia um “Bombril”.

Indignada, Ludmilla desabafou em suas redes sociais sobre o posicionamento da Justiça, que considerou os comentários de Marchiori como “liberdade de expressão”.

Veja também | Ludmilla perde processo em que acusava Val Marchiori de racismo

ANÚNCIOS

“Sofreu racismo? Fácil. Vai lá e denuncia. Lugar de racista é na cadeia. Vocês reclamam demais é só ir na justiça”, escreveu ela no Twitter. “Vocês percebem agora que não é fácil como parede? Essa não é a primeira, segunda ou terceira denuncia que eu faço. Eu também não sou a primeira a passar por isso e infelizmente não sou a única. Eu não me faço de vítima não. Eu sou! Tá provado”. Mas a estrutura desse país é tão racista, que eles tem a audácia de recorrer e ainda por cima comemorar a vitória no Instagram”, continuou a dona do hit “Rainha da Favela”.

“Mas quer saber? Eu não vou parar, e não é só por mim não! Uma hora as coisas vão ter que mudar. E no que eu puder usar a minha visibilidade para ajudar nessa mudança, eu juro que eu vou!”, adicionou Ludmilla.

https://twitter.com/portalpopmais/status/1375537712741105673

A cantora ainda completou, pedindo um encontro com a socialite em tom de ironia. “Já que a Justiça não faz nada, quero marcar um encontro com a Val pra ela soltar a liberdade de expressão dela no pezinho do meu ouvido, petição pra esse encontro”, disparou.

ANÚNCIOS