POP Mais nas redes sociais

O que procura?

Celebridades

Marília Mendonça e sua equipe já estavam mortos quando socorro chegou

Marília Mendonça
Foto: Reprodução

Em coletiva na noite desta sexta (5/11), a Polícia de Minas Gerais disse que as cinco vítimas do acidente que vitimou a cantora Marília Mendonça já estavam sem vida quando os socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegaram ao local da queda. Inicialmente, foram constatados três óbitos, incluindo da cantora sertaneja.

“Quando a equipe chegou, certamente já estavam mortos”, afirmou. Depois, piloto e copiloto também foram declarados sem vida.

Ainda não conseguimos confirmar, com certeza, a causa do falecimento dos ocupantes da aeronave”, explicou o médico legista Pedro José Fernandes Nunes Coelho. “Foi um acidente de energia de grande impacto, causou diversos traumas. Não há ainda uma causa principal identificada.”

O profissional ainda explicou que o processo de liberação dos corpos para sepultamento leva tempo também por causa de trâmites burocráticos, mas que tudo está sendo providenciado para que seja feito ainda hoje. “Eles não tiveram desfiguração para dificultar o reconhecimento”, afirmou. Dois advogados das famílias estão a caminho da cidade de Caratinga (MG) para ajudar na liberação.

A perícia do espaço do acidente, que está sendo preservado, continua. Especialistas da Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) irão na manhã desse sábado (6/11) examinar o endereço.

“O local onde estava a aeronave era muito instável, de difícil acesso. O trabalho foi feito da melhor forma possível, com todo o cuidado que merece. Tentamos, ao máximo, preservar a imagem das pessoas”, falou o delegado sobre o resgate. “Não podemos falar ainda a causa da queda da aeronave. Mas é fato que há destroços de uma antena que sugere que tenha colidido ali.”

A aeronave prefixo PT-ONJ, da empresa goiana PEC Táxi Aéreo, era homologada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para transporte de passageiros, segundo a companhia. O piloto e o copiloto também estavam com treinamentos atualizados no órgão.

Avião caiu após bater em torre de transmissão

Pouco antes da coletiva, a Cemig, empresa de distribuição energia em Minas Gerais, emitiu uma nota informando que o avião que levava a artista bateu em uma torre de alta tensão antes de cair.

A Cemig informa que o avião bimotor que transportava a cantora Marília Mendonça e outras quatro pessoas atingiu um cabo de uma torre de distribuição da Companhia no município de Caratinga“, disse a companhia. Veja mais detalhes aqui.

Publicidade

Anúncios
Anúncios
error: Conteúdo protegido!