Entrevista Exclusiva | Elana Dara fala sobre novo single e futuros projetos

Entrevista Exclusiva | Elana Dara fala sobre novo single e futuros projetos
Publicidade

Tendo lançado na última semana “amor não eh pra mim“, faixa em parceria com Vitor Kley, Elana Dara se prepara para dar novos passos em sua carreira. Com isso, a cantora de 21 anos, conversou com nossa equipe sobre diversos detalhes do lançamento, além de revelar alguns detalhes sobre seus futuros projetos.

Diferentemente de outras entrevistas onde sintetizamos todo o conteúdo, desta vez, você poderá conferir tudo que foi falado na íntegra. Então, chega de enrolação e vamos para a conversa!

Publicidade

01. Você e Vitor Kley são dois nomes que estão crescendo de forma exponencial dentro do mercado nacional. Como a canção e a parceria nasceram?

Essa parceria surgiu, porque eu fazia muitos covers do Vitor, tinha meu canal de covers, foi assim que ele me conheceu. e a gente tinha trocado algumas ideias, porque tinha gostado das minhas músicas autorais, gostou do meu trabalho. Foi muito legal o fato de ele ter escutado e vir falar.

Aí quando escrevi essa música, eu fiz um violão e voz e pensei: meu Deus, tem muito a ver com o Vitor Kley e queria muito que ele pudesse entrar nessa música comigo! Vou mandar, afinal o não a gente já tem né? Aí mandei pra ele e ele topou. E tudo aconteceu!

Publicidade

02. E os seus vocais de “amor não eh pra mim” foram gravados no Brasil, enquanto os de Vitor em Portugal. Como foi essa experiência?

Foi muito diferente das outras experiências que eu tive, porque também o Vitor falava com a gente por ligação de vídeo, mostrava pra gente, a gente opinava. Mas acho que não interferiu em absolutamente nada no resultado final. Ficou super caprichado do jeito que a gente fez. E a gente fez com muito amor. Eu aqui do Brasil e ele lá em Portugal. Eu gravei em BH, no estúdio do Jota Quest com o produtor Pedro Peixoto. Eu já conhecia ele, então foi uma experiência super legal a tão importante gravações de vozes.  

03. O clipe da canção foi gravado em Cotia, na região metropolitana de São Paulo, com uma reduzida devido a pandemia de Covid-19 e teve direção do Federico Devito. Como foi feita a escolha da direção do projeto e como o roteiro surgiu?

Minha equipe sugeriu alguns diretores e eu já acompanhava o trabalho do Federico. E com eles mandando algumas ideias de roteiro pra eu pensar o que tinha mais a ver com a minha música e comigo, a gente acabou optando pelo Federico. Nas reuniões que a gente fez, eu já sabia que ia me apaixonar por ele, pelo trabalho dele super caprichado, fotografia linda, impressionante. E assim foi. Atendeu todas minhas expectativas, aliás superou todas minhas expectativas. O Federico é um diretor profissional, sério, humano e maravilhoso. Amei trabalhar com ele!

Elana Dara, Vitor Kley
Elana Dara e Vitor Kley – Foto: Divulgação

04. O seu tão sonhado primeiro EP está chegando em breve. O que os fãs podem esperar desse projeto? Você pode dar algum spoiler do que vem por aí?

Publicidade

Tô mergulhando de cabeça nele, fazendo ser o mais “eu” possível, tô espremendo o máximo de música que existe em mim pra colocar tudo nesse EP. Nunca tinha feito um trabalho de estúdio assim, de projeto com várias músicas juntas pra saírem em conjunto, então tem sido uma experiência nova e muito enriquecedora. Tem sido de imenso crescimento pra mim, então podem colocar expectativa no EP, porque vai ser um trabalho lindo, com muitas letras minhas, a gente vai seguir essa temática, então eu vou dar um spoiler: seis faixas que vão seguir essa temática de amor não eh pra mim, com muita coesão, uma estética linda, com muitos elementos orgânicos de banda ra quando voltarem os shows eu tenha músicas pra galera cantar mesmo comigo, cantar alto, gritar.

Leia também: Letra de “O amor não eh pra mim” – Elana Dara part. Vitor Kley

05. Como vocês se sentem hoje, lidando com a fama?

Olha, pra falar bem a verdade, a parte mais estranha é o fato de eu ter mudado pra São Paulo pra poder trabalhar aqui. Eu comecei praticamente minha carreira na pandemia, não tô tendo muito show pra ver como que a galera tá recebendo as minhas músicas ao vivo, sabe? Mas eu recebo muito carinho e muito amor, as pessoas se identificam muito com minhas músicas. Então tem sido muito gostoso, eu só quero mais e mais! 

06. Você poderia deixar um recado para quem está lendo essa entrevista no Pop Mais?

Eu queria agradecer a galera que tá aqui lendo sobre meu lançamento e sobre mim. Tudo que eu faço é com muito carinho, com muito amor, com muita música e sinceridade. Espero muito que se você ainda não ouviu, escute amor não eh pra mim. E coloque o mais alto possível pra vc sentir tudo que a gente colocou dentro desta música. Tem muito amor e tem muita verdade e é por isso que muita gente vai ficar apaixonada por essa faixa. Então muito obrigada Pop Mais e tamo junto!