Após briga envolvendo Gusttavo Lima, justiça acata processo de Tiago Leifert contra Léo Dias

Após briga envolvendo Gusttavo Lima, justiça acata processo de Tiago Leifert contra Léo Dias
Publicidade

Tiago Leifert e seu pai, o executivo Gilberto Leifert, estão processando o jornalista Leo Dias por injúria, calúnia e difamação em um caso envolvendo Gusttavo Lima. A audiência (virtual) está marcada para o dia 25/05.

Publicidade

Segundo a colunista Fernanda Alves, do portal FeFala, o processo se deu após Léo dizer que o pai do apresentador era um homem forte no CONAR (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) e que ele teria “perseguido” Gusttavo Lima em suas lives patrocinadas por marcas de bebidas alcoólicas.

Pelas redes sociais, Tiago chegou a esclarecer que seu pai não trabalhava mais no Conar e negou qualquer envolvimento sobre o ocorrido com Gusttavo Lima.

Publicidade

“Meu pai está de bermuda, em casa, aposentado, cumprindo a quarentena. Acho que meu pai nunca ouviu uma música do Gusttavo Lima. Eu adoro o Gusttavo, minha sobrinha gosta, minha mãe… mas acho que meu pai nem sabe quem é o Gusttavo Lima. E se soubesse, por que ele perseguiria o Gusttavo? De onde tiraram esse troço?”, questionou o global.

Gusttavo Lima e briga com o Conar

Publicidade

Em maio do ano passado, o cantor chegou a levar uma advertência do órgão regulador pelo alto consumo de bebidas alcoólicas na internet.

Publicidade

Na época, o Conar chegou a afirmar que o formato das apresentações online devem seguir “princípios fundamentais da comunicação comercial do segmento, com a divulgação responsável de bebidas alcoólicas e com os cuidados para que não seja difundida a crianças e adolescentes”.

Após a advertência, Gusttavo chegou a dizer que não faria mais lives na internet. Mas, desistiu da ideia semana depois e voltou com os shows pela a internet.

Publicidade