Celebridades

Leandro Narlock diz não ser homofóbico, mas culpa ‘movimento gay’ por sua demissão da CNN

Demitido da CNN após declarar que gays não doavam sangue por possuírem “comportamento promíscuo”, o jornalista Leandro Narlock deu recente entrevista à rádio Jovem Pan contando detalhes sobre o que aconteceu nós bastidores de seu desligamento do canal de notícias.

“O problema todo foi a pressão. Teve uma pressão do movimento gay, da comunidade, foi enorme. A empresa acaba cedendo à pressão“, contou Leandro sobre os motivos que ele acredita ter levado a sua demissão.

Sobre as declarações consideradas infelizes, o jornalista garante que não é homofóbico e que lamenta toda a campanha feita contra ele nas redes sociais.

“Lamento pelo motivo. Não sou nem fui homofóbico, tenho horror a homofobia e concordei explicitamente com a doação de sangue por homossexuais”, explicou.